Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

 

 

Pais na Trilha

 

 

 

 

 

A Escola Trilha preocupada com a formação integral dos alunos e familiares, criou este espaço onde contém textos e dicas sobre educação, alimentação, convívio, entre outros temas importantes.

 

Conteúdo Acadêmico

- A importância dos contos de fadas para as crianças

- Autonomia Infantil

- Impeça que seu filho seja um agressor

 

 

 

ESCRITA ESPELHADA.

Quando as crianças começam a escrever suas primeiras palavras ou números, a sensação dos pais é indescritível. É um processo de autonomia, um ritual de passagem evidenciando uma nova etapa na vida da criança. É uma gracinha ver aquelas mãos tão delicadas iniciando seus traçados.

Ao compor suas primeiras escritas elas mostram-se portadoras de inúmeras experiências, desejos, anseios e dinâmicas particulares de aprendizado. Vygotsky (1998) destaca que a escrita tem significado para as crianças, desperta nelas uma necessidade intrínseca e uma tarefa necessária e relevante para a vida.

Entretanto, na medida em que esta escrita avança, é comum que elas evidenciem letras ou números espelhados. Algumas já estão lá por volta dos 7 anos e ainda mantêm esta característica e por que será que fazem isso?

Em primeiro lugar, é importante ressaltar que espelhar letras e números é normal, pois a criança está em processo de construção da escrita. Para que ela tenha o entendimento, que nós adultos temos que a escrita inicia da esquerda para a direita (no caso da cultura ocidental), algumas noções anteriores ao papel devem ser bem trabalhadas. A aquisição da escrita é posterior à aquisição da linguagem e posterior a um nível específico de maturidade motora humana.

Conforme manual de neurologia infantil, autoria de Diament (2005), a partir dos 7 anos que a criança começa a consolidar a noção de direita e esquerda, bem como encontra-se em fase de maturação de áreas visoespaciais, portanto é perfeitamente normal ainda apresentar algumas trocas na direção de suas escrita, pois estão em processo de aprendizagem, sistematizando suas hipóteses e consolidando noções importantes em aspectos neurobiológicos, porém, alguns alunos espelham palavras e frases inteiras, característica da disgrafia. No entanto, isso não significa que as crianças que espelham letras e números apresentem disgrafia, mas se no final deste ano, após todas as intervenções pedagógicas terem sido realizadas, visando a “escrita correta” das palavras, faz-se necessário uma avaliação mais detalhada.

 

 


Voltar